AO (RE) ENCONTRO DAS ALMAS SELVAGENS E LIVRES
Sábado, 18 de Julho de 2009
De novo...

 

 

 

 

Apressada ou não...

É assim a vida.

 

Com vontade ou não...

É assim a morte.

 

Se quiseres que esteja a teu lado...

Assim será.

 

Continuo a aprender.

A não mais fazer  mal pelo mal que me fizeram.

 

Encontrei-me por mim.

Encontrei outra razão para viver.

Uma que não eu.

Uma que não a óbvia...

Uma que me impele a acreditar e a recomeçar.

 

Essa razão és tu.

 

Não sou perfeita.

Nem perto do ideal.

 

Existo e sou verdadeira.

 

Quero apenas que saibas...

Que ao me procurar...

Te encontrei.

 

Quero que saibas

Que te vou deixar...

Que me vou deixar aqui ficar.

 

 

 

 



publicado por marisa.moreno às 20:01
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Clara a 5 de Agosto de 2009 às 16:29
Marisa, é bom ver que continuas a escrever sobre o que sentes, sobre ti, sobre tudo. É ainda melhor saber que me reencontro nos teus poemas/versos. Tudo de bom. Saudades...*


Comentar post

SUPER BLOG AWARDS
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Lobos, Bruxas e Lua Cheia...

Se me morres.

Vinho e comprimidos... (A...

...

Collapsing...

De novo...

Meu.

And the end is near.

Morno...

Big.

arquivos

Maio 2010

Março 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Dezembro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

mais sobre mim
BLOG ANTIGO
DESDE 15 / 05 / 2008
favoritos

Redoma Transparente

subscrever feeds
blogs SAPO