AO (RE) ENCONTRO DAS ALMAS SELVAGENS E LIVRES
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2005
Ar...

4.jpg Chegados ao ponto de não retorno... Fico vazia cheia de ar. O vento acaricia-me. A chuva ama-me. A terra lava-me. O fogo consome-me. Gigante que sou de pés de barro. Derreto e caio defronte os elementos regentes. Se à Quinta essência não cheguei. Direito e dever têm eles de me destruir. Não mereço ou não sou merecida? Não sei... Doi mais do que deveria... Doi menos do que queria... Estou sobrevivendo...arrastando-me... Outro dia levanto-me...eu sei. Mas hoje...hoje descanso de viver... Se não pensar...não me deixo morrer.



publicado por marisa.moreno às 21:26
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Passo a 17 de Outubro de 2005 às 09:58
ai o q amor faz .. ou a falta dele :( viver é um dom, temos q o saber aproveitar


Comentar post

SUPER BLOG AWARDS
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Lobos, Bruxas e Lua Cheia...

Se me morres.

Vinho e comprimidos... (A...

...

Collapsing...

De novo...

Meu.

And the end is near.

Morno...

Big.

arquivos

Maio 2010

Março 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Dezembro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

mais sobre mim
BLOG ANTIGO
DESDE 15 / 05 / 2008
favoritos

Redoma Transparente

subscrever feeds
blogs SAPO